De 21 a 25 de Outubro/2012 | Canela RS

Notícias

Roland será homenageada na Festa Nacional da Música

Clique para ampliar

takao_roland[1]

Fundada em 1972, no Japão, a Roland comemora o seu vigésimo ano no Brasil. O aniversário da gigante em instrumentos musicais e eletrônicos não vai passar em branco. Na FESTA NACIONAL DA MÚSICA deste ano, a empresa, presidida por Takao Shirahata, será homenageada pelo desenvolvimento de soluções tecnológicas e criação de novas possibilidades em matéria de música. O sucesso da companhia não é por acaso. O próprio CEO da empresa é um apaixonado por música. Takao Shirahata é formado em Música pela USP. Toca piano, teclados e órgão, trompete, saxofone, gaita cromática e flauta doce.

Desde a sua fundação em 1972, a missão da Roland tem sido criar sons que as pessoas possam simplesmente gostar de ouvir. Cedo, a empresa percebeu também que o chip de silício viria a transformar-se num elemento chave para o desenvolvimento de novos instrumentos musicais, capazes de produzir sons de grande qualidade e de reproduzir, com fidelidade e grande realismo, cada nuance da expressão musical do músico.

Hoje, a proeminência da posição da Roland no mercado em muito se deve ao intenso recurso às mais avançadas tecnologias de ponta ao longo desses anos. Pelo elevado número de produtos inovadores, que sempre foram incorporados rapidamente às mais sofisticadas tecnologias de computação e semicondutores, a Roland tem conseguido fazer a diferença na forma de aproximar o homem da música.

Assumindo continuamente a tarefa de promover o crescimento do negócio até a comemoração do 30º Aniversário, a Roland expandiu a missão original com a entrada no mundo multimídia, assim adicionando uma nova dimensão ao princípio de "Criar música para tocar o coração do Homem”. As possibilidades dos instrumentos musicais eletrônicos são ilimitadas, à medida que a empresa continua a descobrir novos marcos tecnológicos e a apresentar produtos de qualidade excepcional. Este é o segredo que permite, em estreita cooperação com a Família Roland de todo o mundo, difundir e melhor promover o prazer da criação musical, atingindo o estatuto da excelência nos serviços oferecidos.

Roland no Brasil

Em abril de 2007, a Roland Corporation Japan celebra os 35 anos de fundação. Em 2012 a Roland Brasil comemorou os seus 21 anos.

Porém, a história da Roland no Brasil realmente começou em 1978 quando Lucas Shirahata, então com 19 anos, em viagem a Nova York comprou o seu primeiro sintetizador: um Roland SH-01. Era sua primeira viagem ao exterior e estava junto com o teólogo e escritor Rubem Alves, que o levou para a loja Manny´s, na rua 48. Lá, entre duas marcas japonesas, escolheu a Roland. Anos depois, aquilo que era um hobby acabaria virando uma profissão.

Uma fita K-7 com músicas produzidas por Lucas com seu sintetizador, enviada ao Japão para participar de um concurso de música eletrônica promovido pela Roland causou espanto: “um participante do Brasil!”. Essa fita valeu a visita do fundador da Roland Sr. Ikutaro Kakehashi ao Brasil – especificamente na casa da família Shirahata, localizado num sobrado no bairro Vila Sonia em São Paulo. Sr. Kakehashi sempre foi um empreendedor e um grande visionário.

Há 25 anos havia poucos importadores e instrumentos musicais eletrônicos eram difíceis de obter – principalmente no Brasil. Lucas fazia viagens ao Japão e trazia as novidades da Roland. Não se tratava de uma simples venda mas uma consultoria completa.

Vendo que o negócio com instrumentos musicais eletrônicos era promissor, e que cada vez mais demandava seu tempo, Lucas deixou seu emprego na multinacional Dupont e foi buscar no Japão a autorização de ser o representante da Roland no Brasil.

A empreitada individual chegou no limite, pois os negócios estavam crescendo. Em 1988 Lucas convidou seu pai, Sr. Tokuichi Shirahata e seu irmão, Takao Shirahata a formarem a sociedade, abrindo uma nova empresa: a Foresight Importação e Exportação Ltda.

O início foi modesto, com pouco capital e restrições às importações com limite de cotas anuais. A vaga da garagem era o suficiente para acomodar o estoque. Lucas cuidava das demonstrações, vendas – e cobrança. Takao cuidava do material de marketing, despachos e dos assuntos de RH. Sr. Tokuichi era o responsável por finanças, contabilidade e dos processos de importação.

Novos colaboradores passaram a fazer parte da organização, acompanhando o crescimento da empresa. Em 1991 foi fundada a Roland Brasil, com um capital inicial de 300 mil dólares e participação de 50% Foresight e 50% Roland Corporation Japan.

Na inauguração, o então presidente da Roland Corporation, Mr. Ikutaro Kakehashi viria pela segunda vez ao Brasil, agora para oficializar a aliança entre as duas empresas.

Ano após ano a Roland vem crescendo, com significativa presença no mercado e diversificação nos negócios. Hoje, além da área de instrumentos musicais eletrônicos, a Roland atua no segmento de impressoras digitais de grande formato, máquinas compactas de usinagem (Roland DG) e equipamentos para áudio e vídeo profissional (Roland Systems Group – RSG)

Embora relativamente jovem, com uma história de 35 anos, muitos dos empreendedores e fundadores das diversas Joint Ventures Roland no mundo inteiro já concluíram processo sucessório da presidência.

Foi o que ocorreu também na Roland Brasil. Em 2 de Dezembro de 2004, na reunião internacional anual da Roland no Japão, Lucas foi homenageado, sendo merecidamente reconhecido pela sua dedicação, contribuição e o trabalho realizado no Brasil em nome da Roland. Nesta data oficialmente transferiu o cargo ao atual presidente, Takao Shirahata.

Ao deixar a presidência, Lucas tratou de conduzir o processo de venda da participação societária da Foresight à Roland Corporation Japan – fato concretizado em Abril de 2005.

Com a mudança, a Roland Corporation Japan se tornou sócio majoritário da Roland Brasil, tendo Takao Shirahata como seu sócio brasileiro.

Seja no Brasil ou no Japão, a Roland não é fruto de uma herança ou de um processo de fusão e aquisição – como é comum nos dias de hoje. Ela nasceu de um sonho, paixão, motivação e garra - própria dos empreendedores.


+ Veja a relação completa de notícias

<Voltar