Redes sociais
Facebook Twitter YouTube Instagram
Aplicativo da Festa
Baixe nosso aplicativo.
Disponível na Apple Store
Disponível no Google Play
Newsletter

Cadastre-se para receber nossas newsletters.

Nome*

E-mail*

#VOCENAFNM
Marta Faé com Rosemary

Marta Faé com Rosemary

+ Ver mais fotos
Vídeos
legenda

Vídeos da Festa no Youtube

+ Ver mais vídeos
Notícias do evento
Revista Festa
Nacional da Música

De 18 a 22 de outubro de 2015 | Canela RS

Notícias

Festa da Música debate o empreendedorismo na música

Clique para ampliar

Luciano Balen (Crédito: Divulgação Festa da Música / Jackson Ciceri)

Clique aqui para baixar a imagem em alta resolução
Palestra foi direcionada a estudantes de ensino médio

O empreendedorismo musical foi tema de palestra organizada pelo Sebrae na Festa Nacional da Música 2015, que teve estudantes da rede pública de ensino de Canela como público. Realizada na manhã desta quarta-feira (21) e mediada pelo comunicador Gustavo Victorino, o encontro reuniu o gestor cultural Luciano Balen, da Incubadora da Música, Fafá de Belém, o músico nativista Délcio Tavares, o humorista Jair Kobe, caracterizado como o personagem Guri de Uruguaiana, e a cantora mineira Gisa Nunez.

O debate, que aconteceu no Auditório do Hotel Laje de Pedra, em Canela (RS), concentrou atenções nas diferentes funções que podem ser exercidas nos bastidores da música e a abrangência dessa cadeia produtiva. “É tanta gente que trabalha por trás do músico, e a gente enxerga quem? O cara que canta, o vocalista. Nem o nome do baterista as pessoas sabem. Mas é preciso muito mais gente, tanto na parte criativa como na operacional, que vai desde o técnico de som até o motorista da van”, afirmou o administrador Luciano Balen.

Complementando a fala de Balen, Délcio Tavares lembrou que foi um dos primeiros artistas da música gauchesca a contratar um empresário e pensar na produção do seu trabalho. “Acredito que fiz escola porque era muito difícil achar um empresário artístico no Rio Grande do Sul e eu tive que fazer os meus”, conta. “A pior coisa que tem é o artista querer vender sozinho o seu próprio show porque a maioria dos caras que querem contratar o músico já chega com um amigo e pede um desconto e, se você fizer de graça, ele vai pedir o troco”, ironiza.

Ícone da música brasileira, Fafá de Belém incentivou os profissionais da música a investirem no gênero e estilo em que acreditam verdadeiramente. “Não queiram se caracterizar de uma outra coisa na qual vocês não se sintam confortáveis porque isso vai ter um preço altíssimo. Tem que saber dizer não para isso, por mais tentadora que seja a proposta”, defendeu a cantora.
 
Clique para ampliar

Guri de Uruguaiana e Délcio Tavares (Crédito: Divulgação Festa da Música / Jackson Ciceri)

Clique aqui para baixar a imagem em alta resolução
Clique para ampliar

Estudantes da rede pública de ensino participaram de palestra (Crédito: Divulgação Festa da Música / Jackson Ciceri)

Clique aqui para baixar a imagem em alta resolução
Clique para ampliar

Délcio Tavares (Crédito: Divulgação Festa da Música / Jackson Ciceri)

Clique aqui para baixar a imagem em alta resolução
Clique para ampliar

Fafá de Belém (Crédito: Divulgação Festa da Música / Jackson Ciceri)

Clique aqui para baixar a imagem em alta resolução
Clique para ampliar

Palestra "Empreendedorismo Musical" (Crédito: Divulgação Festa da Música / Jackson Ciceri)

Clique aqui para baixar a imagem em alta resolução


+ Veja a relação completa de notícias

<Voltar